Imagem Manejo e qualidade biológica do solo

MANEJO E QUALIDADE
BIOLÓGICA DO SOLO

Edição revisada Elcio L. Balota

Imagem botão de download Imagem botão de compra do livro

SOBRE O LIVRO

Apesar da biota (fauna e microrganismos) representar pequena porção do solo, tem papel fundamental nos processos relacionados à ciclagem de nutrientes e à sua sustentabilidade. O livro discute o efeito do manejo nos indicadores biológicos, que apresentam alta sensibilidade para detectar alterações no solo, podendo indicar mudanças no seu funcionamento e na sua qualidade. É analisado, também, o efeito do manejo do solo no fluxo de nutrientes através da biomassa microbiana e na eficiência e capacidade de sequestrar carbono no solo.

botão leia mais

Imagem livro aberto

APRESENTAÇÕES

Apresentação I

        A marca do Iapar, construída desde a sua fundação, é a disponibilização de conhecimento científico e tecnológico em sistemas agrícolas conservacionistas visando à sustentabilidade da agropecuária.

        O programa de manejo e conservação de solo desenvolvido no Paraná nas décadas de 1970 e 1980, executado pela Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Paraná e com participação importante da pesquisa (Iapar) e assistência técnica e extensão rural (Emater) públicas, obteve reconhecimento internacional e é tido como modelo.

        O Iapar foi um dos pioneiros no Brasil em estudar a técnica de plantio direto em experimento de longa duração. Atualmente, cerca de 30 milhões de hectares são cultivados utilizando-se o sistema de plantio direto, possibilitando maior renda e menor risco ao produtor, prevenção da erosão, melhor conservação de água e manutenção da qualidade do solo.

        Também na linha conservacionista, foram realizados estudos de manejo e rotação de culturas objetivando a conservação dos solos e a racionalização da utilização dos agroquímicos, promovendo diversificação de espécies e cobertura vegetal permanente do solo, em cultivos anuais e perenes, assim como estudos de utilização de resíduos agroindustriais como fertilizantes orgânicos.

        Por décadas, o Iapar tem conduzido vários estudos multidisciplinares em experimentos de longa duração, visando o maior entendimento do efeito do manejo e na sustentabilidade do solo. Esta política permanente de estudos em práticas conservacionistas culminou, recentemente, com a criação do curso de Mestrado Acadêmico em Agricultura Conservacionista.

        O presente livro de Manejo e Qualidade Biológica do Solo vem ao encontro da política institucional de pesquisa do Iapar. Nele são apresentados resultados de 25 anos de estudos sobre o efeito do manejo nos componentes biológicos do solo que atuam de maneira relevante na sua sustentabilidade. Tais resultados, obtidos no Paraná, são discutidos comparativamente com aqueles observados em diferentes regiões do Brasil e do exterior.

        Assim, este livro congrega informações relevantes para o entendimento da dinâmica do manejo e da sustentabilidade do solo, que trarão benefícios quando compartilhadas com a sociedade.

Florindo Dalberto

Diretor-Presidente do Iapar

Leia mais

Apresentação II

        A percepção que hoje temos sobre o solo é muito diferente da que tinham nossos antepassados e, com certeza, novos conceitos, atitudes e conhecimentos sobre esse enorme patrimônio da humanidade são esperados para os próximos anos. Da necessidade de revolvimento mecânico para proporcionar melhor aeração às plantas, favorecendo o seu crescimento, à proposta de que um solo sem nenhum revolvimento garantirá a melhor sustentabilidade; do cultivo com rendimentos modestos a campeonatos de máxima produtividade que extrapolam todos os modelos matemáticos de previsão de crescimento; do extrativismo à busca pela qualidade do solo. Foram e são tantas as mudanças e em um ritmo tão acelerado que, com frequência, há dúvidas sobre conceitos e sobre o embasamento científico que conduz a recomendações para garantir maior sustentabilidade agropecuária.

        Na ciência do solo em plena ebulição e com necessidade de um ritmo frenético de pesquisas para acompanhar a prática que, com frequência, vem atropelando o conhecimento, o conceito de qualidade do solo se torna cada vez mais relevante. Afinal, o que é qualidade do solo? E qual o protagonismo dos organismos que ali habitam para construir essa qualidade que trará benefícios ainda para esta geração e uma herança sadia para nossos descendentes?

        É nesse contexto que se posiciona muito bem este livro. O livro aborda o conceito de qualidade do solo, iniciando pelo seu histórico, definindo os protagonistas para construir essa qualidade e prevendo o que pode ser esperado, inclusive com informações que podem subsidiar políticas públicas. Os conceitos são consolidados com dados experimentais e, muito importante, dados obtidos na realidade brasileira. O conjunto relevante de dados apresentados no livro subsidia os conceitos de qualidade do solo para as condições brasileiras e serve, também, de orientação para novas pesquisas. Cabe ressaltar, ainda, o papel relevante do Instituto Agronômico do Paraná na obtenção dos dados, instituição essa que sempre esteve à frente dos temas de manejo sustentável do solo. Os principais protagonistas do livro são os organismos que habitam o solo, os construtores da qualidade, da vida do solo. E o livro oferece uma visão sobre a funcionalidade e importância desses organismos sendo, portanto, literatura de interesse para vários segmentos de profissionais e estudantes que conhecem a importância do solo para a sustentabilidade do planeta.

Dra. Mariangela Hungria

Pesquisadora da Embrapa Soja

Membro da Academia Brasileira de Ciências

Pesquisadora 1A do CNPq

Orientadora de Cursos de Pós-Graduação da Universidade Estadual de Londrina e da Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Leia mais

Imagem de pdf

Baixe já!

Sumário em PDF e conheça mais sobre

MANEJO E QUALIDADE
BIOLÓGICA DO SOLO

Imagem de pdf

SOBRE
O AUTOR

Elcio L. Balota

        Elcio L. Balota é biólogo formado na Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUCC), com Mestrado em Agronomia (Microbiologia Agrícola) pela ESALQ/USP e Doutorado em Ciência do Solo pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

        Possui Pós-doutorados pela Oregon State University, Estados Unidos (2000-2002) e pela University of Kentucky, Estados Unidos (2012-2014).

        Trabalha há 25 anos como Pesquisador Científico na Área de Solos do Instituto Agronômico do Paraná - Iapar. Durante sua carreira, publicou mais de 250 artigos científicos, sendo: 57 artigos em periódicos especializados nacionais e internacionais, 162 trabalhos em eventos científicos, 1 livro e 12 capítulos de livros. Orientou 78 estudantes de graduação dos cursos de Biologia, Agronomia e Química com bolsa de Iniciação Científica, 16 Trabalhos de Conclusão de Curso e vários estudantes de mestrado e doutorado. Em suas atividades profissionais, interagiu com mais de 150 colaboradores em coautorias de trabalhos científicos.

        No início da carreira, trabalhou por dez anos como técnico agrícola, sendo cinco anos na Seção de Algodão no Instituto Agronômico de Campinas e cinco anos no setor de Manejo de Solos no Centro de Tecnologia Canavieira.

DEPOIMENTOS:

COMPRE JÁ O LIVRO NAS SEGUINTES LOJAS:

Criação de sites e lojas virtuais